Mentiras de Lula e Dilma distorcem os fatos

Lula e a sua metamorfose ambulante, mente conforme a situação e é o campeão de bravatas. Dilma segue o mestre e também distorce a realidade.

As baixarias de Lula, Dilma e o PT

Fonte: Blog do Felipe Moura Brasil – Veja

Lula também disse “Não seja leviano!” em debate contra Alckmin. Agora condena Aécio? Só pode contra homem, é?

Mostrei no post anterior (não deixe de ler) como e por que Lula, Dilma e o PT estão condenando Aécio por dizer “Não seja leviana!” tanto para a presidente-candidata quanto para Luciana Genro nos debates presidenciais deste ano. Mas o ex-presidente fez o mesmo contra Geraldo Alckmin (PSDB) em 2006. Eu sei, eu sei, ele já fez muito pior, já chamou Itamar Franco até de “filho da puta” (veja abaixo), mas vamos nos ater primeiro à expressão em pauta no momento. No segundo bloco do debate na TV Bandeirantes entre os dois então presidenciáveis, os ânimos se exaltaram quando o tucano questionou o petista sobre os gastos do governo federal com o cartão de crédito corporativo – uma espécie de cartão de crédito pago com recursos públicos, como explicava a matéria da Folha a respeito do confronto.

“Não seja leviano, não seja leviano, pergunte isso ao FHC”, disse Lula, com o cinismo que lhe é peculiar. (FHC respondeu recentemente a acusações como essa em entrevista à TVeja.)

“Respeito, respeito”, retrucou o tucano com o dedo apontado para o petista.

Lula se sentia à vontade para falar aquilo e coisas muito piores para seus adversários, mas agora quer blindar sua candidata Dilma contra os mesmos ataques sob a desculpa de que ela é mulher, como se isto fosse licença para ser leviana. Ela pode fazer “o diabo” contra Aécio, mas ele não pode fazer contra ela o que Lula fazia, senão é mau como pica-pau. Ainda bem que os tucanos parecem ter aprendido a lição e Aécio não dá a menor pelota para todo esse “mimimi”.

Recordar é viver:

Os levianos Lula e Dilma, as mentiras distorcem os fatos

Itamar respondeu:

Os levianos Lula e Dilma, as mentiras distorcem os fatos

Essa é boa! Dilma condena Aécio por chamá-la de ‘leviana’, mas homenageou Zé Keti, autor de ‘Leviana’! Por que não condenou o sambista negro por ‘desrespeitar’ as mulheres?

Fonte: Blog Felipe Moura Brasil 

Não adianta. Não há uma acusação que Dilma Rousseff (PT) faça contra Aécio Neves (PSDB) que não possa e deva ser usada contra ela. Mas vamos contar a história toda.

Depois que a presidente-candidata foi nocauteada no debate do SBT, o desespero petista diante da derrota eleitoral iminente subiu de nível e, como era de se esperar, a campanha baixou ainda mais. A ordem passou a ser vitimizar Dilma como mulher desrespeitada, como se não tivesse sido ela, a mando de um homem, João Santana, a espalharmentiras contra seu adversário. Lula já tinha dito que “faria qualquer coisa” para reeleger Dilma. Dilma já tinha dito que “nós podemos fazer o diabo quando é a hora da eleição”. E ambos estão fazendo o diabo e qualquer coisa.

Num comício em Manaus, o ex-presidente deu início à apelação petista ao tentar dividir mais uma vez o país jogando as mulheres e os pobres contra Aécio: “Quando eu vejo um homem na televisão ser ignorante com uma mulher, como ele tem sido nos debates, eu fico pensando: se esse cidadão é capaz de gritar com a presidenta, fico imaginando o dia que ele encontrar um pobre na frente: é capaz dele pisar ou não enxergar.” Na imagem da carreata tucana em Salvador, ao lado, o leitor pode ver como Aécio é capaz de “não enxergar” ou “pisar” em um “pobre”.

Neste sábado, em Belo Horizonte, Lula desceu ainda mais baixo:

1) afirmou que Aécio costuma “partir para cima agredindo” mulheres (e olha que até a ex-mulher de Aéciodefende!);
2) mencionou o episódio em que o tucano se recusou a soprar o bafômetro em uma blitz (e olha que Dilma também já descumpriu lei de trânsito!);
3) chamou Aécio de “filhinho de papai” (como se Lulinha não tivesse ficado bilionário depois que Lula chegou ao poder!);
4) comparou-o a Fernando Collor (o mesmo que hoje sobe em palanques com Dilma!);
5) e ainda ouviu, sem se pronunciar, militantes fazendo menção ao uso de drogas por parte do tucano (como se não fosse Lula o parceiro das Farc no Foro de São Paulo!).

Lula também mentiu sobre a suposta perseguição aos professores em Minas Gerais, acusação que a campanha de Aécio já havia refutado em vídeo, e atingiu o ápice do cinismo leninista tentando definir o adversário com a frase que resume precisamente a tática do PT: ”É muito grave, porque as pessoas se acham no direito de desrespeitar os outros com muita facilidade e depois ir para a imprensa se passar de vítima. Não é possível.” Haverá melhor exemplo do que este de aplicação da recomendação atribuída a Lenin, “Xingue-os do que você é, acuse-os do que você faz”?

Candidato a vice na chapa de Aécio, o senador Aloysio Nunes Ferreira afirmou que estas foram “as mais baixas declarações em uma campanha presidencial da história”. Mas o PT ainda chegou ao cúmulo de veicular um filmete no programa eleitoral acusando Aécio de desrespeitar as mulheres. Os advogados do tucano, segundo O Globo, deram entrada naProcuradoria Geral Eleitoral e no Tribunal Superior Eleitoral com uma enxurrada de ações, com pedidos de direito de resposta e suspensão das peças, além de ações por calúnia, difamação e injúria contra a presidente. A coligação de Aécio apresentou na PGE uma representação requerendo a abertura de investigação criminal contra Dilma por divulgar informações “sabidamente inverídicas contra o candidato Aécio Neves em sua propaganda eleitoral”. O filmete petista é assim:

Aécio tem mostrado dificuldade em respeitar as mulheres. No debate da Globo, no primeiro turno, a agressividade foi contra a candidata Luciana Genro. Veja”, diz o locutor, mostrando o trecho em que Aécio repele uma acusação da candidata derrotada do PSOL. Em seguida, é mostrado outro diálogo duro de Aécio com Dilma no debate da Band dosegundo turno, em que ele também refuta uma acusação dizendo que a presidente está sendo leviana. “Você acha que um candidato a presidente pode agir dessa maneira?”, diz o locutor.

Eu respondo: “Siiiiiiiiiiiiiim!”

…Principalmente quando as adversárias mentem a seu respeito, o que obviamente o PT não mostra. Mas o cinismo mais tragicômico ficou por conta de Dilma: “Quando começa a discussão, o candidato adversário não gosta muito e ele parte para umas atitudes um tanto quanto desrespeitosas. Foram desrespeitosas comigo e foram desrespeitosas com aLuciana Genro. Ele pode inclusive querer processar, mas quem devia processá-lo somos nós porque a nós duas ele chamou de leviana, coisa que não se faz. Não é uma fala correta para mulheres”, disse.

Ah, não? Então eu tenho uma sugestão de pergunta para Aécio fazer no debate deste domingo na Record. Vou dar a base, ele desenvolve ou resume como quiser:

“Candidata, no desespero de perder a eleição e diante da repercussão negativa do seu desempenho no debate do SBT, a senhora e o seu partido tentaram jogar as mulheres brasileiras contra mim ao me acusar de desrespeitá-las. Isto porque eu pedi que a senhora e a ex-candidata Luciana Genro não fossem levianas quando ambas fizeram, de fato, acusações levianas contra mim. Mas a senhora já ouviu falar em Zé Keti?

Eu facilito, candidata: Zé Keti foi um sambista negro, autor de clássicos do samba e dos bailes de carnaval como ‘Máscara negra’, ‘Mascarada’, ‘Opinião’, ‘Diz que eu fui por aí’. Sabe qual é o título de um dos seus sambas mais famosos, cantado há décadas por homens e mulheres deste país? ‘Leviana’. Vou repetir o título: LE-VI-A-NA. Não é curioso? Vou citar um trecho: ‘Leviana / Sinto muito mas vai tratar da sua vida / Leviana / Precisando eu te posso dar uma guarida’ e por aí vai. É um homem chamando uma mulher de leviana por julgar que ela foi leviana com ele. Está lá, candidata: é um clássico da música popular brasileira, gravado e regravado inclusive por artistas que apoiam a sua candidatura. Eu não me lembro de ver a senhora nem petista algum condenando o grande Zé Keti por ‘desrespeitar’ mulheres, o que ele de fato não fez.

Pelo contrário, candidata: a senhora inaugurou um conjunto habitacional do Minha Casa Minha Vida, programa do qual a senhora tanto se orgulha, chamado conjunto habitacional Zé Keti e Ismael Silva. A senhora o homenageou, candidata. E eu não a recrimino por isso. Zé Keti merece todas as homenagens. Mas por que a senhora diz que deveria me processar por chamá-la de leviana, mas homenageia o compositor que popularizou no Brasil o uso dessa expressão para se referir a mulheres de comportamento precipitado, imprudente, sem seriedade, irrefletido?

Confesse, candidata: a senhora e o seu partido só julgam desrespeito quando é a senhora a ser criticada. Estão tão desesperados com o resultado das pesquisas que precisam apelar para mentiras e acusações levianas assim?”

* Ouça “Leviana”, de Zé Keti, na voz do saudoso Jamelão da Mangueira. Interpretações de outros artistas – AQUI.

PS: Dilma também homenageou o “Rei do Brega”, Reginaldo Rossi, após sua morte, afirmando que ele “tocou o coração de milhões de brasileiros com suas músicas de extremo romantismo”. Qual era o nome de uma delas? “Leviana”.

Glossário para Dilma: leviano, adj. 1 Que tem pouco siso. 2 Irrefletido. 3 Imprudente. 4 Inconsciente. 5 Precipitado. 6 Inconsiderado. 7 Insensato. 8 Que não tem seriedade ou que procede repreensivamente. 9 Que tem pequena carga. 10 pop e ant Que não leva muita carga; leve. Antôn (acepções 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 e 8): ponderado, refletido.

Anúncios

Publicado em 20/10/2014, em Eleições 2014, Governo do PT, Política e marcado como , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: