Dilma não dignifica cargo que ocupa e demonstra desespero, afirma Aécio

Aécio disse que a adversária não dignifica o cargo que ocupa e apelou que os próximos dias da campanha sejam baseados em debate real.

Eleições 2014

Fonte: PSDB

Aécio: Dilma não dignifica cargo que ocupa

Aécio: “A declaração de Dilma é muito mais do que uma tentativa de desconstrução, é um ato de desespero de uma presidente que está vendo que caminha para ser derrotada”. Foto: Marcos Fernandes.

Aécio Neves: Dilma não dignifica o cargo que ocupa

O candidato à Presidência da República pela Coligação Muda Brasil, Aécio Neves, afirmou, nessa quinta-feira (09/10), que a presidente e candidata do PT, Dilma Rousseff, demonstra desespero na tentativa de desconstruir seus adversários. Aécio disse que a adversária não dignifica o cargo que ocupa e apelou que os próximos dias da campanha sejam baseados em um debate real e proposições.

Nos seus discursos, a petista tem adotado o discurso do medo e afirmado que o adversário vai adotar medidas que prejudicam a população de baixa renda e que nunca foram sequer cogitadas, como a diminuição do salário mínimo ou a extinção de programas sociais.

“[A declaração de Dilma] é muito mais do que uma tentativa de desconstrução, é um ato de desespero de uma presidente que está vendo que caminha para ser derrotada. Esse tipo de atitude não dignifica o cargo que ela ocupa. Vamos para o debate real. Vamos falar das nossas propostas, das nossas diferenças”, disse Aécio. “Não temos que criar uma fantasia em torno dos nossos adversários para vencer as eleições. Isso, por si só, já seria uma fraude”, ressaltou.

Inclusão social

Aécio disse que nenhuma ação governamental na história atual foi tão eficiente na promoção da inclusão social do que o Plano Real. E lembrou que o PT combateu a política de estabilização da moeda durante todo o governo Fernando Henrique Cardoso.

“Não houve nenhuma ação na nossa história contemporânea, de maior inclusão social na vida dos brasileiros, do que o Plano Real, combatido pelo PT. E eu jamais disse que o PT não gostava dos pobres porque votou contra o Real. Porque, se dependesse do PT, não teria acabado a inflação”, afirmou.

O candidato lembrou que a proposta de prorrogação da política de valorização do salário mínimo até 2019 é de autoria do PSDB Solidariedade, por meio dos deputados Antonio Imbhassahy e Paulinho da Força.

Atenção aos mais pobres

“O que esse governo está fazendo é que pune os pobres”, destacou Aécio, informando que o crescimento econômico de 2014, que será praticamente zero, vai tornar irrelevante o reajuste do salário mínimo em 2016, já que o cálculo é feito com base no desempenho da economia dos dois anos anteriores. “Nós temos é que tratar o eleitor com responsabilidade, com respeito. Esse tipo de acusação, esse tipo de leviandade, não está à altura do cargo que a presidente ocupa.”

Para o candidato da Coligação Muda Brasil, o momento é de discussão, inclusive de políticas na área social. “Eles [PT] têm as deles, nós temos as nossas. Nós queremos novas etapas para superação da pobreza, eles se contentam com a simples administração da pobreza”, afirmou.

Aécio ressaltou que levará como companheiras em seus compromissos nas próximas semanas a verdade e as convicções pessoais em favor de um governo que vai honrar todos os brasileiros, independentemente das regiões onde moram e principalmente os mais pobres.

“Eu serei o presidente da República dos brasileiros que mais precisam da ação do Estado, dos brasileiros mais pobres, porque eu reorganizarei o país. Eu vou fazer o Brasil voltar a crescer, vou melhorar a saúde, vou melhorar a educação pública”, destacou Aécio.

Anúncios

Publicado em 10/10/2014, em Aécio Neves, Aécio Neves: 2014, Aécio oposição, Eleições 2014, Governo do PT, Política e marcado como , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: