PT utiliza Estado para projeto de poder, diz Aécio

Aécio afirmou estar indignado com as denúncias de que os Correios foram usados em benefício das candidaturas de Dilma e Pimentel.

Eleições 2014

Fonte: Jogo do Poder

Aécio: PT utiliza Estado para projeto de poder

Aécio: “O PT ultrapassa todos os limites de utilização do Estado brasileiro em benefício de seu projeto de poder”. Foto: Orlando Brito

PT utiliza Estado brasileiro em benefício de seu projeto de poder, afirma Aécio

Para candidato, caso de utilização dos Correios em favor de Dilma ultrapassa “todos os limites”

O candidato à Presidência da República pela Coligação Muda Brasil, Aécio Neves, afirmou, nesta quinta-feira (2/10), no Rio de Janeiro (RJ), que o PT ultrapassou todos os limites de utilização do Estado brasileiro em benefício do projeto de poder do partido.

Aécio afirmou estar indignado com as denúncias de que a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos foi usada em benefício das candidaturas da atual presidente e candidata do PT Dilma Rousseff e do candidato petista ao governo de Minas Gerais, Fernando Pimentel.

“O PT ultrapassa todos os limites de utilização do Estado brasileiro em benefício de seu projeto de poder. Isso tem que acabar, e expresso aqui a minha indignação. Todos temos que disputar a eleição preparados para a vitória, para a derrota. Mas isso não é possível, não é aceitável. É o mesmo que aconteceu com a Petrobras, que se transformou no caixa de sustentação de boa parte da base do atual governo. Agora é com os Correios. Onde é que vamos parar?”, questionou.

Dedo forte

Na última terça-feira (30/09), foi publicado um vídeo na internet onde o deputado estadual petista Durval Ângelo (MG) admite que os avanços do PT em Minas ocorreram graças ao “dedo forte dos petistas dos Correios”. Para Aécio, a declaração do parlamentar evidencia favorecimento interno e o aparelhamento da empresa.

“Esse vídeo já foi colocado no ar por um importante jornal nacional, está circulando, e é a confissão mais clara, deslavada, descarada de um crime. Ele [o deputado petista] diz ‘olha, se a presidente hoje tem x% em Minas Gerais, deve-se ao dedo dos petistas dos Correios’. E quem estava ao lado dele, aplaudindo, era simplesmente o presidente daEmpresa Brasileira de Correios e Telégrafos [Wagner Pinheiro]. Sabe por que isso acontece? Porque os dirigentes são nomeados para atender os interesses do partido”, criticou.

Crime

Em entrevista à imprensa, Aécio destacou que o PSDB já está entrando com uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG). “Há um crime, previsto no nosso Código Penal, para a inutilização, para o descarte do material de campanha de quem quer que seja. Isso também é crime. E é aquilo que estamos vendo que aconteceu em Minas Gerais”, afirmou.

“Fomos investigar o que havia acontecido. Começamos a checar porque jamais havia passado pela nossa cabeça que era possível chegarem a esse desplante, a esse nível de irresponsabilidade. Começamos a checar se nossas correspondências, enviadas ao longo da campanha, chegavam ao seu destino. E o que mais vemos nessas últimas 24 horas são cidadãos e cidadãs comuns de Minas Gerais que jamais receberam a correspondência, sendo que mandamos para a totalidade das residências”, explicou.

Desprezo à democracia

O candidato a presidente do Brasil considerou ainda a ação do PT nos Correios como desrespeito e desconsideração com a democracia. “Isso é muito grave. É crime, tem que ser combatido e denunciado como crime, com indignação. Estamos em uma democracia, e o PT mostra, mais uma vez, o enorme desrespeito e desconsideração à própria democracia. Existem centenas e centenas de pessoas que estão se manifestando nas cidades para onde foram enviadas essas correspondências e que não receberam. Isso tudo será anexado às ações que anunciamos agora há pouco em Minas Gerais, e que faremos também no Brasil todo”, afirmou Aécio.

Anúncios

Publicado em 03/10/2014, em Aécio Neves, Aécio Neves, Aécio Neves: 2014, Aécio oposição, Eleições 2014, Política e marcado como , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: